O que é perícia judicial?

Gostou? Que tal compartilhar?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Receba em primeira mão os próximos vídeos:

Perícia judicial, como funciona?

A perícia judicial é o braço direito do juiz na tomada de decisões. Ela tem por finalidade verificar as informações reais de determinadas situações para que a decisão judicial seja tomada de forma correta.

Recebemos no nosso programa a contadora e perita judicial, Eliane Augusta de Araújo Miranda, que nos explica nesta entrevista como é o dia a dia de uma perita judicial e quais são as responsabilidades da sua profissão.
Existem vários tipos de peritos judiciais: contábil, engenharia, psicologia, tecnologia da informação entre tantos outros.

Para trabalhar como perito judicial é necessário ser um profissional habilitado e atender aos requisitos básicos impostos pelas leis brasileiras além de ter a certidão de habilitação para atuar como perito. Cada profissão possui requisitos próprios e podem ser verificados junto a entidade de classe dos mesmos.

Um exemplo do trabalho do perito judicial é quando uma pessoa entra contra uma entidade bancária para discutir determinada taxa de juros. A pedido do juiz, será determinado um perito judicial contábil para analisar todos os dados do contrato e mostrar se houve ou não erro durante o cálculo dos valores alegados.

Ponto importante é destacar que o perito não julga, ele apenas mostra ao solicitante o estado real da situação analisada. Uma vez que o juiz tem o parecer do perito, cabe a ele decidir qual caminho tomará no processo.

O perito judicial pode ser contratado por qualquer pessoa para realizar análises iniciais e assim embasar de forma mais sólida o seu pedido na justiça.

Saiba mais

Eliane Augusta de Araújo Miranda
Contadora e Perita Judicial
https://www.instagram.com/eliane_demiranda/
Whatsapp: (12) 996775127

Fale com o Gil Oliveira